Identificação de parâmetros na modelagem dinâmica da COVID-19

Sebastião Cícero Pinheiro Gomes, Igor Oliveira Monteiro, Carlos Rodrigues Rocha

Resumo


O presente artigo aborda a identificação paramétrica em um modelo dinâmico da epidemia por COVID-19, localizada em uma determinada cidade ou região. O modelo dinâmico utilizado é uma adaptação do SIR (Suscetíveis, Infectados, Recuperados), que recebeu o nome MdSIR, adaptação esta específica para reproduzir dinamicamente a COVID-19. Foram identificados três parâmetros que variam ao longo do tempo: o índice de reprodução basal; a taxa de quarentena de infectados; o percentual de circulação. Utilizou-se o método de Nelder-Mead Simplex na identificação paramétrica. O procedimento de identificação paramétrica foi utilizado considerando-se os dados reais de diversas cidades brasileiras. Simulações realizadas para essas cidades mostraram que o modelo cujos parâmetros variam ao longo do tempo reproduziu muito bem os dados reais.

Palavras-chave


COVID-19; modelagem dinâmica; identificação paramétrica; MdSIR.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/thema.V18.Especial.2020.26-53.1854

Revista Thema

__________________________

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul).
Pelotas/RS - Brasil. 


Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref          

  Logotipo do Latindex