Associação da Diabetes Mellitus com a gravidade da COVID-19 e seus potenciais fatores mediadores: uma revisão sistemática

Autores

  • Veronica Perius de Brito Universidade Federal de Uberlândia
  • Alice Mirane Malta Carrijo Universidade Federal de Uberlândia
  • Stefan Vilges de Oliveira Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V18.Especial.2020.204-217.1820

Palavras-chave:

Revisão sistemática, diabetes mellitus, infecções por Coronavirus, inflamação.

Resumo

Sabe-se que a gravidade da doença pelo novo coronavírus (COVID-19) é influenciada por comorbidades, como a Diabetes Mellitus (DM). Assim, esta revisão objetivou apresentar as evidências sobre a associação entre essa doença e a gravidade da COVID-19, bem como seus potenciais fatores mediadores. A busca de dados se deu no dia 21 de maio de 2020, utilizando as bases Scopus, Web of Science, LILACS, SciELO e PubMed, com os descritores: “Diabetes Mellitus” e “COVID-19”. Após aplicação dos critérios de exclusão, incluiu-se 13 estudos. Pela análise, os pacientes que evoluíram para maus prognósticos eram mais velhos (40-77 anos) e do sexo masculino (53,6% a 80,8%). Esse padrão foi reproduzido entre os infectados diabéticos, dentre os quais também se observou maior frequência de casos graves (31,8 a 61,9%) e maior letalidade (7,8 a 81,3%). Pela análise laboratorial, observou-se que há maior tendência à neutrofilia, leucocitose e linfopenia entre os diabéticos. Além disso, esses apresentaram maiores taxas de citocinas e marcadores inflamatórios, sugerindo o desenvolvimento de uma resposta imune desregulada e de um quadro inflamatório grave. Concluiu-se que a Diabetes Mellitus está associada com a maior gravidade da COVID-19, além de estar associada à suscetibilidade de seus portadores à doenças infecciosas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Veronica Perius de Brito, Universidade Federal de Uberlândia

Discente do curso de graduação em Medicina da Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil.

Alice Mirane Malta Carrijo, Universidade Federal de Uberlândia

Discente do curso de graduação em Medicina da Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil.

Stefan Vilges de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia

Docente do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia

Downloads

Publicado

2020-08-25

Como Citar

Brito, V. P. de, Carrijo, A. M. M., & Oliveira, S. V. de. (2020). Associação da Diabetes Mellitus com a gravidade da COVID-19 e seus potenciais fatores mediadores: uma revisão sistemática. Revista Thema, 18(ESPECIAL), 204-217. https://doi.org/10.15536/thema.V18.Especial.2020.204-217.1820

Edição

Seção

Ciências da Saúde