Animais têm sangue frio ou quente?

Uma proposta didática para o ensino de Ciências

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.V17.2020.959-974.1495

Palavras-chave:

Termorregulação animal, sequência didática, transposição didática, ensino de Ciências.

Resumo

Este artigo aborda o ensino da termorregulação animal a partir de uma sequência didática baseada nos estudos de Zabala e em cuidados metodológicos da transposição didática (Chevallard). A sequência foi implementada com alunos do 7º ano do Ensino Fundamental (anos finais) de uma escola pública da região norte do Paraná. As atividades por eles desenvolvidas, ao longo da sequência, foram analisadas segundo os pressupostos da Análise Textual Discursiva. Os dados evidenciaram as contribuições da sequência para a aprendizagem da termorregulação animal, sobretudo considerando o contingente progressivo de respostas cujos conteúdos se apresentaram mais próximos das noções fisiológicas recentes nas atividades finais da proposta didática.

Palavras-chave: Termorregulação animal; sequência didática; transposição didática; ensino de Ciências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucken Bueno Lucas, UENP - Universidade Estadual do Norte do Paraná, Campus Cornélio Procópio Programa de Pós-Graduação em Ensino - Mestrado Profissional em Ensino (UENP)

Doutor e Mestre em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina (2008; 2014; Bolsas CAPES). Especialista em Bioética (UEL, 2007). Graduado em Ciências Biológicas (Licenciatura Plena) pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP- Campus Cornélio Procópio, 2006). É professor efetivo (Adjunto) da UENP Campus Cornélio Procópio. Coordena o Programa de Pós-Graduação em Ensino PPGEN - Mestrado Profissional em Ensino da UENP (http://www.uenp.edu.br/mestrado-ensino). É líder do GPEFOP - Grupo de Pesquisa em Ensino e Formação Profissional, cadastro CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3345995435404954. Tem experiência nas áreas de Ensino de Ciências/Biologia com ênfase em Formação de professores, Axiologia e Epistemologia da Biologia, Bioética e Ensino em Saúde.

Rosa Shizue Abe, Colégio Estadual Zulmira Marchesi da Silva, Programa de Pós-graduação em Ensino (PPGEN/UENP)

Mestre em Ensino pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) Campus de Cornélio Procópio - Estado do Paraná (2017) Especialização em Biologia Vegetal(1998) pela Fundação Faculdade Agronomia Luiz Meneghel. Especialização pelo Programa de Desenvolvimento da Educação do Estado do Paraná - PDE 2013. Especialização em Neuropsicopedagogia, Educação Especia e Inclusiva (2018).Possui graduação em Licenciatura em Ciências pela Faculdade Estadual de Filosofia Ciências Letras de Cornélio Procópio (1992) com Habilitação em Matemática pela referida instituição (1993),Atualmente é professora no Colégio Estadual Dulce de Souza Carvalho e Colégio Estadual Zulmira Marchesi da Silva. É bolsista supervisora do PIBID em andamento, experiência em docência no Ensino Fundamental I e na disciplina de Ciências do Ensino Fundamental II.

Simone Luccas

Doutora e Mestre em Ensino de Ciências e Educação Matemática - UEL (2011; 2004). Especialista em Educação Matemática - UEL (1997). Licenciada em Ciências com Habilitação em Matemática pelo Centro de Estudos Superiores de Londrina (1989; 1990). É docente efetiva da Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP - Campus de Cornélio Procópio, atuando no curso de Licenciatura em Matemática. É vice-coordenadora e docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGEN) - Mestrado Profissional em Ensino - da UENP (http://www.uenp.edu.br/mestrado-ensino). É pesquisadora do GPEFOP - Grupo de Pesquisa em Ensino e Formação Profissional, cadastro CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3345995435404954. Tem experiência nas áreas de Ensino de Matemática, com ênfase em História e Epistemologia da Ciência e da Matemática, em Análise Qualitativa de Dados e Avaliação do Ensino e da Aprendizagem.

Hilda Helena Sovierzoski, UFAL - Universidade Federal de Alagoas

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Paraná (1985), com Mestrado em Zoologia pela Universidade Federal do Paraná (1991) e Doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade de São Paulo (2000). Professora Adjunto da Universidade Federal de Alagoas. Tem experiência na área de Zoologia, com ênfase em Taxonomia de Poliquetas, atuando também na pesquisa de comunidades macrobentônicas de fundos inconsolidados, fauna associada aos fitais e a comunidades incrustantes, Educação Ambiental e formação de professores. Participa da subrede ReBentos, integrante do INCT Mudanças Climáticas e do INCT Ciências do Mar. Participa do Programa de Pós-Graduação em Ensino de CIências e Matemática (PPGECIM), mestrado profissional multiunidades e interinstitucional da Universidade Federal de Alagoas, do Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em rede nacional (PROFBIO) na associada UFAL, como docente permanente e orientadora. Integra o corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino, da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), como colaboradora e orientadora.

Downloads

Publicado

2021-02-04

Como Citar

Lucas, L. B., Shizue Abe, R., Luccas, S., & Sovierzoski, H. H. (2021). Animais têm sangue frio ou quente? Uma proposta didática para o ensino de Ciências. Revista Thema, 17(4), 959-974. https://doi.org/10.15536/thema.V17.2020.959-974.1495

Edição

Seção

Ciências Humanas