A mediação estética como base investigativa para a definição de um estatuto epistemológico para o Campo do Design

Fabiana Oliveira Heinrich

Resumo


Este artigo propõe uma investigação no Campo do Design a partir de um estudo da disciplina da Estética e sua capacidade de mediação na construção de artefatos culturais, com vistas à definição de um estatuto epistemológico para o Campo em questão. Ao tomar os escritos de Eagleton (A ideologia da Estética, 1993), Wolff (A produção social da Arte, 1982) e Harvey (Condição pós-moderna, 2010), problematizamos a noção hegemônica de que elementos estéticos podem ser compreendidos por si mesmos, e apontamos para a presença de um caráter ideológico que orienta a sua construção, uso e reprodução. Com efeito, buscamos compreender, no Campo do Design, como a Estética reproduz e materializa valores econômicos, políticos e sociais, e como tal reprodução deve ser considerada no estudo e na configuração de produtos do supracitado Campo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15536/2594-4398.2017.v1.n01.pp.84-100

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Fabiana Oliveira Heinrich

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Redes sociais

Facebook: https://www.facebook.com/revistapoliedro/

Twitter: https://twitter.com/revistapoliedro/

 

 

Todos os artigos da Revista Poliedro são publicados com a licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Os autores mantém os direitos autorais sobre suas produções, devendo ser contatados diretamente se houver interesse em uso comercial dos trabalhos.

Licença Creative Commons

 

Revista Poliedro.

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia Sul-rio-grandense. Pelotas, RS, Brasil. 

 

Indexadores / Indexing

Logotipo do Crossref