https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/issue/feed Revista Thema 2022-08-31T13:13:45+00:00 Glaucius Décio Duarte glauciusduarte@ifsul.edu.br Open Journal Systems <p>A <strong>Revista Thema</strong> (ISSN Eletrônico <strong>2177-2894</strong>) é um periódico trimestral multidisciplinar focado nas áreas de Ensino e de Educação, editado pelo <strong>Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense</strong> (<strong>IFSul</strong>). A gestão editorial desta revista é automatizada por meio do <em>Open Journal Systems</em> (OJS), aplicativo computacional de gerenciamento e publicação de revistas eletrônicas desenvolvido pelo <em>Public Knowledge Project</em> (PKP), da <em>University of British Columbia</em>. A submissão de artigos é contínua e feita exclusivamente por meio deste site. Para avaliação dos artigos submetidos será adotado o processo <em>Blind Review</em> (avaliação cega).</p> https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2559 Usabilidade do WhatsApp 2022-03-17T14:01:47+00:00 Sergio da Costa Nunes sergio.dacostanunes@gmail.com Rosane Aragon rosane.aragon@gmail.com <p align="justify"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span style="font-size: small;">Este trabalho apresenta um estudo qualitativo, desenvolvido em uma turma de alunos de curso superior, da área de informática, objetivando explorar as potencialidades do <span lang="en-US"><em>WhatsApp</em></span> como interface pedagógica para os processos de ensino e aprendizagem da disciplina de Sistemas de Informações. Para tanto, avaliou-se a usabilidade do <span lang="en-US"><em>WhatsApp</em></span> com a aplicação de questionário compatível com o <em>SUS</em> – <span lang="en-US"><em>System Usability Scale</em></span>, postado no <span lang="en-US"><em>Google Forms</em></span>. O questionário <em>SUS</em> foi aplicado após a turma utilizar o <span lang="en-US"><em>WhatsApp</em></span> para responder, de forma colaborativa, questões relativas ao conteúdo de <em>ERP</em> – <span lang="en-US"><em>Enterpri</em></span><span lang="en-US"><em>s</em></span><span lang="en-US"><em>e Resource Planning</em></span> da disciplina. Foram criados quatro grupos de cinco alunos e após a consecução do trabalho cada participante do grupo respondeu ao questionário <em>SUS</em>. O <span lang="en-US"><em>Score SUS</em></span> de 80,9 possibilitou verificar que o <span lang="en-US"><em>WhatsApp</em></span> atendeu, de forma significativa, as exigências de usabilidade para a realização do trabalho, apontando-o como uma ferramenta viável pedagogicamente, nesta pesquisa.</span></span></p> <p align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="en-US"><em>WhatsApp</em></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">; </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><em>SUS</em></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">; ensino; aprendizagem; </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">usabilidade</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">. </span></span></span></span></p> 2022-07-14T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2197 Aprendizagem ativa por meio da prototipagem rápida em um Curso de Graduação em Engenharia de Energia 2022-08-31T13:13:45+00:00 Cristiano Corrêa Ferreira cristiano.ferreira@unipampa.edu.br Luiz Fernando Freitas-Gutierres luiz.gutierres@ufsm.br <p style="font-weight: normal; margin-top: 0.25cm; margin-bottom: 0.25cm;" align="justify"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span style="font-size: small;">Este trabalho discute o uso da prototipagem rápida no Curso de Graduação em Engenharia de Energia da Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé. As atividades basearam-se na estratégia de aprendizagem ativa e foram desenvolvidas por meio de projetos em um componente curricular optativo do Curso. O desafio principal foi apresentar e fazer uso da prototipagem rápida para incentivar nos discentes a busca pela resolução de problemas de Engenharia. Desenvolveu-se um planejamento para a elaboração de projetos, almejando explorar a criatividade, a dinamicidade e o protagonismo dos discentes. Eles foram estimulados a planejar, projetar, fabricar e a acompanhar o processo de impressão 3D até o estágio final de desenvolvimento do projeto. Dentre os resultados, verificou-se a viabilidade de implantação da aprendizagem ativa no componente curricular do curso. Além disso, constatou-se que o amplo envolvimento dos discentes despertou interesse sobre prototipagem rápida também em colegas que não cursaram a disciplina.</span></span></p> <p style="margin-top: 0.25cm; margin-bottom: 0.25cm;" align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">Aprendizagem ativa; </span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">p</span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">rototipagem rápida; Engenharia.</span></span></span></span></span></p> 2022-10-03T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2793 Contenção e Liberação nas políticas de Educação Infantil e Ensino Fundamental 2022-08-15T20:33:55+00:00 Dhyovana Guerra dhyovanaguerra@hotmail.com Ireni Marilene Zago Figueiredo irenifigueiredo@hotmail.com <p style="margin-top: 0.25cm; margin-bottom: 0.25cm;" align="justify"><span style="font-size: small;">Este artigo examina como as Políticas de Educação Infantil e do Ensino Fundamental (2006-2016), no Brasil, incorporam, dissimulam ou se contrapõem aos processos de Contenção e de Liberação. Nesse sentido, a pesquisa bibliográfica e documental, de abordagem qualitativa, retoma, a partir dos conceitos de Contenção e de Liberação, as expectativas geradas pelas necessidades político-ideológicas e socioeconômicas de reprodução do sistema capitalista, as quais correspondem aos mecanismos de controle do Estado em relação ao acesso à escola, por parte de diferentes classes ou frações de classe para formação da força de trabalho. Identifica-se que o atual sistema econômico, social, político e ideológico funciona como indutor dos processos de Contenção de demandas por educação escolar.</span></p> <p style="margin-top: 0.25cm; margin-bottom: 0.25cm;" align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">Política Educacional; Educação Infantil; Ensino Fundamental; Política de Contenção e Liberação.</span></span></span></span></span></p> 2022-09-22T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2554 O uso de Objetos Digitais de Ensino e Aprendizagem Potencialmente Significativos para estimular a criatividade em Ciências Exatas 2022-04-05T20:35:47+00:00 Adriano Edo Neuenfeldt adrianoneuenfeldt@universo.univates.br Rogério José Schuck rogerios@univates.br Ariane Wollenhoupt da Luz Rodrigues arianedaluzrodrigues@yahoo.com.br Tânia Micheline Miorando tmiorando@gmail.com Derli Juliano Neuenfeldt derlijul@univates.br <p>Este artigo é um recorte de uma tese de doutorado, que envolveu 434 estudantes de 14 turmas que cursaram as disciplinas de Ciências Exatas de uma Instituição de Ensino Superior do sul do Brasil. Objetivou investigar a produção de vídeos como Objetos Digitais de Ensino e de Aprendizagem Potencialmente Significativos (ODEAPSs), buscando intensificar as percepções quanto aos processos de ensino e de aprendizagem de matemática no Ensino Superior. Especificamente, neste trabalho se apresentam algumas ações desenvolvidas com uma turma de 37 estudantes, cursando uma disciplina da área das Ciências Exatas, vinculada aos cursos de Engenharia e Arquitetura. A proposta também teve como objetivo explorar estratégias de ensino para desenvolver conteúdos de forma interativa e significativa para/com os estudantes, aproximando teoria e prática a partir da criatividade. Foi um estudo qualitativo com aproximações na pesquisa-ação, em que se explorou referenciais que contemplassem criatividade, estratégias de ensino, incluindo o uso do portfólio, e aprendizagem significativa. A partir do material coletado, foi possível constatar que o desvelamento de estratégias de ensino que estimulem a criatividade depende de uma articulação de atividades que propiciem a integração dos estudantes, mediante o trabalho em equipe e a autonomia. Desse modo, é possível contribuir para uma aprendizagem dos conteúdos de forma potencialmente significativa.</p> <p><strong>Palavras-chave</strong>: Ensino; aprendizagem; criatividade; estratégias de ensino; ciências exatas.</p> 2022-09-01T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2117 “Lutando pela vida” 2022-07-30T13:17:19+00:00 Marcus Serafim profmestremarcus@gmail.com Solange Joanoni Veiga solangejove@yahoo.com Leticia Azambuja Lopes leticia.lopes@ulbra.br <p align="justify"><span style="font-size: small;">O ensino de ciências é algo desafiador para o docente e um dos desafios consiste em escolher uma estratégia que seja eficiente, sendo isto o foco deste trabalho: o desenvolvimento de um jogo como estratégia de ensino. Este estudo é uma pesquisa de natureza qualitativa, com caráter exploratório e trazendo elementos de pesquisa de campo e pesquisa participante. O trabalho foi realizado com duas turmas de ensino fundamental, uma de nono ano da rede municipal de Caxias do Sul e outra de quarto ano, esta de uma escola da rede estadual, também de Caxias do Sul. O trabalho consistiu na aplicação de um jogo de cartas com o objetivo de ensinar consumo racional e ao final do estudo foi aplicado um questionário a fim de verificar a aceitação do jogo junto aos estudantes. Os alunos se envolveram na proposta e demonstraram que é possível levar para a sala de jogos ou atividades com elementos de jogos a fim de estimular a aprendizagem.</span></p> <p align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">Jogos; educação ambiental; jogos de cartas; aprendizagem por jogos.</span></span></span></span></p> 2022-08-09T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2794 Modelagem em uma concepção de Educação Matemática 2022-08-16T21:31:45+00:00 Laynara dos Reis Santos Zontini laynara88@gmail.com Dionísio Burak dioburak@yahoo.com.br <p style="margin-top: 0.25cm; margin-bottom: 0.25cm;" align="justify"><span style="font-size: small;">Este artigo busca explicitar qual racionalidade sustenta e emerge das práticas que se fazem pelos pontos que constituem os fundamentos da Educação Matemática na concepção de Higginson (1980) e que se incorporam à Modelagem Matemática (MM) que segue esses mesmos pressupostos. Visualizamos a MM nessa perspectiva como uma das tendências metodológicas mais proeminentes para o ensino da Matemática, prioritariamente na Educação Básica. Para fundamentar a discussão, o texto traz subsídios da racionalidade técnica como sendo o principal modelo de formação de professores, pontuando e examinando algumas de suas principais características que podem explicar e trazer luz para a construção de uma nova racionalidade, a partir da Modelagem na concepção da Educação Matemática assumida para a formação de professores que atuam na Educação Básica. A partir disso, apresenta elementos que se mostram diferenciadores e promotores de uma nova racionalidade, baseada na visão sistêmica e na complexidade.</span></p> <p style="margin-top: 0.25cm; margin-bottom: 0.25cm;" align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">Educação </span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">m</span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">atemática; </span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">m</span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">odelagem </span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">m</span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">atemática; </span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">c</span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"><span style="font-weight: normal;">omplexidade. </span></span></span></span></span></p> 2022-10-03T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2750 Publicações na Revista Thema sobre Ensino de Química entre os anos de 2012 e 2022 2022-07-29T20:24:55+00:00 Marcus Eduardo Maciel Ribeiro marcusemr@gmail.com <p align="justify"><span style="font-size: small;">A Revista Thema se apresenta como importante periódico de divulgação científica brasileiro e, no ano de 2022, completa 25 anos de lançamento de seu primeiro número. Esse artigo trata de uma investigação qualitativa que analisa as contribuições feitas nesta revista a respeito da temática Ensino de Química, buscando construir resposta para a seguinte pergunta: O que se mostra em publicações da Revista Thema entre os anos de 2012 e 2022 a respeito do Ensino de Química? Com esse objetivo, foi desenvolvida revisão sistemática de literatura em 28 produções encontradas, acompanhada de Análise Textual Discursiva. Emerge da análise a compreensão que as temáticas desses artigos podem ser divididas nas categorias Atividades Didáticas no Ensino de Química, a partir de 20 artigos identificados, e Formação de Estudantes e Docentes, com 8 produções. Como pontos que ainda podem sugerir novas publicações, percebem-se as questões sobre ensino inclusivo e discussões sobre materiais didáticos de Química, incluindo os livros didáticos, além da participação da Química nos itinerários formativos do novo ensino médio.</span></p> <p align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">Ensino de Química; Revista Thema; Análise Textual Discursiva; </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">r</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">evisão </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">s</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">istemática; </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">m</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">etodologias de </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">e</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">nsino.</span></span></span></span></p> 2022-08-29T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2442 Português na China 2022-07-01T11:30:28+00:00 Manuel Duarte João Pires mdjpires@gmail.com <p align="justify"><span style="font-size: small;">Ao longo dos últimos anos o ensino de Português no ensino superior da China tem registado um crescimento considerável em termos de instituições, professores e estudantes. Apesar desta realidade, a tarefa de quantificar os elementos pertencentes a esta área de estudos enfrenta algumas dificuldades devido a razões logísticas relacionadas com a dimensão do território e do número de instituições do ensino superior chinês. Através de uma pesquisa documental e exploratória este estudo tem como principal objetivo sistematizar e efetuar uma leitura dos números que dão a conhecer a situação do Português no ensino superior chinês. As principais conclusões permitem verificar: um grande aumento do número de estudantes e professores em relação a números divulgados em estudos anteriores; a categorização dos professores por nacionalidades; <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">o rácio</span></span></span> professor-aluno; a distribuição dos alunos segundo o tipo de cursos que frequentam; e vários outros dados comparativos entre a China continental e Macau.</span></p> <p align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">Português; China; ensino superior; dados quantitativos; análise exploratória.</span></span></span></span></p> 2022-07-11T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/1343 O processo de (des)humanização em Guimarães Rosa e Mia Couto 2021-09-11T12:45:24+00:00 Jildonei Lazzaretti jildoneilazzaretti@hotmail.com <p align="justify"><span style="font-size: small;"><span style="font-family: Tahoma, serif;">Este texto consiste em uma análise comparativa entre os contos </span><span style="font-family: Tahoma, serif;"><em>Conversa de bois</em></span><span style="font-family: Tahoma, serif;">, de João Guimarães Rosa, e </span><span style="font-family: Tahoma, serif;"><em>O dia em que explodiu Mabata-bata</em></span><span style="font-family: Tahoma, serif;">, de Mia Couto, a fim de identificar os processos de desumanização aos quais estão submetidas as duas crianças dessas narrativas; e posteriormente, os processos de humanização que são desencadeados por meio da ação dos bois presentes nos dois contos. Essa análise fundamenta-se nas concepções teóricas de Ernest Fischer e Antonio Candido sobre a função humanizadora da arte, de modo geral, e da literatura, de forma mais específica; como também baseia-se no pensamento de Benjamin Abdala Júnior sobre a existência de um macrossistema literário constituído pelas literaturas de língua portuguesa. Deste modo, a presente análise constata, nos dois contos, a existência de uma relação tríade entre homens, crianças e bois, que condiciona os processos de desumanização, e suas consequentes ações humanizadoras.</span></span></p> <p align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">Literatura; </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">hu</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">manização; </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">d</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">esumanização; Guimarães Rosa; Mia Couto.</span></span></span></span></p> <p align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">Literatura; </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">hu</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">manização; </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">d</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">esumanização; Guimarães Rosa; Mia Couto.</span></span></span></span></p> 2022-07-20T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2062 Empreendedorismo sustentável 2022-08-07T11:19:26+00:00 Cristiane Gularte Quintana cristianequintana@hotmail.com Dione Iara Silveira Kitzmann docdione@furg.br <p align="justify"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span style="font-size: small;">Instituições Ensino têm alcançado certa consolidação do tema empreendedorismo, ainda que lentamente para o empreendedorismo sustentável. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi verificar a percepção dos discentes de graduação em relação ao empreendedorismo sustentável em uma Instituição de Ensino Superior (IES) pública. Em termos metodológicos trata-se de pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória, que coletou os dados por meio, da aplicação de questionário. Os resultados indicam um desconhecimento sobre o termo empreendedorismo sustentável, assim como o termo sustentabilidade; e falta de interesse nas disciplinas de empreendedorismo em função das metodologias aplicadas em sala de aula. Sendo assim, a contribuição deste estudo está no interesse dos discentes em conhecer o empreendedorismo sustentável, exigindo uma nova postura da universidade no que se refere às aulas de empreendedorismo, sendo preciso inovar, com aulas práticas e dinâmicas direcionada ao compromisso que estas instituições têm com a sociedade.</span></span></p> <p align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">Empreendedorismo Social; Empreendedorismo Sustentável; Instituição de Ensino Superior; Discentes.</span></span></span></span></p> 2022-08-24T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/1950 COVID-19 e necropolítica no Distrito Federal no período de fevereiro de 2020 a junho de 2021 2022-06-14T15:25:43+00:00 Viviane Xavier de Araujo Cruz viviane.xavier@gmail.com Marcelo Leandro Eichler exlerbr@gmail.com <p align="justify"><span style="color: #ff0000;"><span style="font-size: small;"><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">Aborda-se, neste trabalho, um momento crítico da pandemia de </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">COVID</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">-19, em que milhões de pessoas morriam e ainda não havia vacinação ou, em seguida, havia poucas pessoas vacinadas. Ademais, meio à preocupação mundial com a propagação do vírus, o Brasil tornava-se em 2020 e 2021 o epicentro da pandemia. No entanto, apesar de especialista</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">s</span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"> do mundo inteiro recomendarem, entre outras medidas, o isolamento social para conter o avanço do vírus enquanto não havia uma vacinação em massa, o Presidente Bolsonaro declarou-se, desde o início, contrário ao modelo de distanciamento, com o argumento de que, sem trabalhar, muitas pessoas morreriam de fome. Ante o exposto, o objetivo geral deste trabalho foi analisar a possível contradição entre o Estado enquanto garantidor do direito à vida e à saúde (conforme a Constituição Federal de 1988) e o modelo de governo neoliberal que resultou em uma diferença na dinâmica de propagação do vírus entre ricos e pobres, estudando o caso específico do Distrito Federal. A partir da análise de dados epidemiológicos, relacionando-os com aspectos socioeconômicos, observou-se um neoliberalismo necropolítico, em que a classe C é a que mais morre da doença, e pobres, negros e moradores de periferia são os que, se infectados, têm mais chances de morrer.</span></span></span></span></span></p> <p align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">COVID-19; neoliberalismo; necropolítica.</span></span></span></span></p> 2022-07-25T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2560 Diferentes tipos de poda e aplicação de Cianamida Hidrogenada na produção da variedade Cabernet Sauvignon 2021-09-25T14:10:44+00:00 Marco Aurélio de Freitas Fogaça marco.fogaca@bento.ifrs.edu.br <p align="justify"><span style="font-size: small;">O objetivo foi avaliar a modificação da poda Royat para poda em Guyot duplo, com e sem aplicação de Cianamida hidrogenada (H<sub>2</sub>CN<sub>2</sub>), na produção da variedade Cabernet Sauvignon cultivada em espaldeira, com espaçamento de 1,25x2,5m. O delineamento utilizado foi um fatorial (2x2) inteiramente casualizado com quatro tratamentos e quatro repetições, sendo eles: dois tipos de poda (Guyot modificado e Royat) e Dormex<sup>®</sup> a 0% e 3% mais 2% de óleo mineral. Variáveis avaliadas: índice de brotação (ib), índice de fertilidade (if), número e massa de cachos.planta<sup>-1</sup>, produção.ha<sup>-1</sup>, relação área foliar - AF/massa de cacho e o teor de sólidos solúveis (<sup>0</sup>Brix). Os diferentes tipos de poda responderam as aplicações de H<sub>2</sub>CN<sub>2</sub>, propiciando aumento da AF, número e massa de cachos por planta e produção.ha<sup>-1</sup>, sem afetar o <sup>0</sup>Brix. A H<sub>2</sub>CN<sub>2</sub> propiciou aumento do número de brotos para poda em Guyot modificado, o índice de brotação não diferiu entre os tratamentos. A poda em Guyot modificado com aplicação de H<sub>2</sub>CN<sub>2</sub> não diferiu da poda em Royat, quanto aos aspectos produtivos indicando ser uma opção para modificação do sistema de poda e renovação dos braços da planta. </span></p> <p align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">Regulador de crescimento, </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="la-VA"><em>Vitis vinífera</em></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR"> L., manejo, sistema de condução.</span></span></span></span></p> 2022-07-28T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema https://periodicos.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/2199 Prospecção in silico de produtos naturais inibidores da enzima de replicação viral NS5 RDRP do vírus do Nilo Ocidental 2022-06-14T12:03:18+00:00 Tales Natan Freitas da Silva tales.freitas1@yahoo.com.br Natalia Raquel Silva Oliveira raquelnatalia56@gmail.com Henriqueta Monalisa Farias monalisa_miller@hotmail.com Franklin Ferreira de Farias Nóbrega nobrega.franklin13@gmail.com Rafael Trindade Maia rafael.rafatrin@gmail.com <p align="justify"><span style="font-size: small;">O VNO (Vírus do Nilo Ocidental) é um flavivírus agente etiológico da zoonose Febre do Nilo Ocidental. É transmitido por mosquitos do gênero <em>Culex</em>, e as aves são os principais reservatórios do vírus. Essa virose é responsável por uma encefalite que nos casos mais graves pode acarretar sequelas permanentes e chegar ao óbito. No ano de 2014 foi registrado o primeiro caso de infecção pelo vírus do Nilo Ocidental em humanos em território nacional, comprovando que o vírus já circula no nosso país. Ainda não existe vacina ou medicamentos específicos contra o VNO e o combate à doença é focado no monitoramento dos reservatórios (aves e animais domésticos), combate ao inseto vetor e tratamento paliativo dos acometidos. Neste contexto, essa proposta de pesquisa tem como objetivo selecionar compostos que possam ser utilizados como fármacos antivirais, utilizando como molécula alvo a proteína de replicação viral NS5.</span></p> <p align="justify"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chave</strong>: <span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">Flavivírus; produtos naturais; bioinformática; </span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="en-US"><em>docking</em></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Tahoma, sans-serif;"><span lang="pt-BR">.</span></span></span></span></p> 2022-07-15T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Revista Thema