Educação técnica binacional na fronteira: inovação, conquistas e dificuldades

Autores

  • Alcione Jacques Maschio IFSul

DOI:

https://doi.org/10.15536/thema.11.2014.60-73.207

Palavras-chave:

cursos binacionais, educação técnica na fronteira.

Resumo

Este ensaio apresenta um ponto de vista da história, das dificuldades e das realizações dos primeiros cursos técnicos binacionais do país. Pensados e realizados na fronteira entre Sant’Ana do Livramento (RS) e Rivera (UY), pelo IFSul,  e pela Universidad del Trabajo del Uruguay, significam a concretização oficial de toda a integração de brasileiros e uruguaios dessa região. Se por um lado, no âmbito das relações interpessoais e do cotidiano, as populações locais encontram-se absolutamente integradas, por outro, diversos segmentos públicos dos dois países não acompanham essa lógica e permanecem segregados, dificultando o avanço de significativos processos administrativos que beneficiariam ainda mais a educação e a integração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alcione Jacques Maschio, IFSul

Licenciada em Letras, com Mestrado em Letras e Cultura Regional.

Downloads

Publicado

2014-12-30

Como Citar

Maschio, A. J. (2014). Educação técnica binacional na fronteira: inovação, conquistas e dificuldades. Revista Thema, 11(2), 60-73. https://doi.org/10.15536/thema.11.2014.60-73.207

Edição

Seção

Ciências Humanas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.