[1]
M. L. de Almeida, “Ativismo Virtual na Pós-Modernidade das Experiências e Afetos”, Revista Poliedro, vol. 1, nº 01, p. 010-028, set. 2017.