Design como ilusão: além da materialidade

Camila Soares, Ana da Rosa Bandeira

Resumo


O presente artigo introduz a discussão, sob a ótica da filosofia do design – especialmente a partir de Flusser (2007) e Forty (2007) acerca das funções do design a partir de sua (i)materialidade. Em termos metodológicos parte de uma revisão bibliográfica (GIL, 2002) que tem como objetivo primeiro apresentar a etimologia do termo. A partir daí, busca-se contextualizá-lo considerando seu caráter projetual e manipulador da matéria, problematizando com isso seu papel enquanto campo de atuação profissional na sociedade.

Texto completo:

PDF

Referências


FLUSSER, Vilém. O mundo codificado: por uma filosofia do design e da comunicação. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

FORTY, Adrian. Objetos de desejo. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

MOURA, Catarina. O desígnio do design. In: CONGRESSO SOPCOM, 4. Aveiro: Universidade da Beira Interior, 2005. Disponível em: . Acessado em: 3 dez. 2017

PLATÃO. A república. Trad. Maria Helena da Rocha Pereira. 9. ed. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 2005. Disponível em: . Acessado em: 1 dez. 2017.

PORTUGAL, Daniel B. Sobre sócrates e alces. In: Mizanzuk, Ivan; Portugal, Daniel B.; Beccari, Marcos. Existe Design?. Teresópolis, RJ: 2AB, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.15536/2594-4398.2018.v2.n2.pp.107-115.1004

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Camila Soares, Ana da Rosa Bandeira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Redes sociais

Facebook: https://www.facebook.com/revistapoliedro/

Twitter: https://twitter.com/revistapoliedro/

 

 

Todos os artigos da Revista Poliedro são publicados com a licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Os autores mantém os direitos autorais sobre suas produções, devendo ser contatados diretamente se houver interesse em uso comercial dos trabalhos.

Licença Creative Commons